Antonio Rueda, atual vice-presidente do União Brasil, tem apoio com 4 governadores, 8 senadores e 56 deputados federais, provavelmente se tornando o novo presidente da legenda nesta quinta-feira, 29 de fevereiro, derrotando Luciano Bivar.

Segundo informações do Blog Dellas, a oposição convenceu Rueda a concorrer com ACM Neto como vice-presidente, uma estratégia eficaz para afastar Bivar, que é acusado de centralizar decisões e criar conflitos no país. Ainda foi especulado sobre sua possível desistência.

A disputa entre Rueda e Bivar quase resultou em uma ida à delegacia na terça-feira. Durante a discussão, Bivar ameaçou Rueda mencionando sua filha e insinuando que ele deveria reconsiderar suas ações.

A esposa de Rueda gravou o incidente e ameaçou chamar a polícia, mas não o fez até esta quinta-feira.

O afastamento de Bivar do comando nacional da UB terá uma grande repercussão em Pernambuco. O controle do partido em Recife, retirado de Mendonça Filho por Bivar através de ação judicial, provavelmente retornará a Mendonça.

De acordo o Blog Delas, Mendonça, aliado da governadora Raquel Lyra, deve apoiar o candidato indicado por Raquel para prefeito do Recife, ampliando suas alianças políticas.

A governadora aguarda a decisão sobre o comando nacional do União Brasil, para integrá-lo à sua base política, oferecendo uma secretaria de estado em troca.

Atualmente, o partido já possui uma secretaria municipal no Recife e controla a direção do Porto do Recife, que faz parte da máquina pública estadual.