Continua após a publicidade:

No Ceará, o embate entre grupos que comandam o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza até poderia dominar o noticiário eleitoral nos próximos meses, mas a polarização, até o momento, vem se concentrando mesmo entre o atual prefeito e candidato à reeleição, José Sarto (PDT), e o ex-deputado federal Capitão Wagner (União Brasil), que lidera as pesquisas. Wagner trabalha para demover dois antigos aliados – o senador Eduardo Girão (Novo) e o deputado federal André Fernandes (PL) – da intenção de entrar no pleito, facilitando a unidade do campo da direita.

A primeira pesquisa de intenção de voto para a prefeitura de Fortaleza, divulgada na ultima quinta-feira (27), mostra o candidato Capitão Wagner (União Brasil) isolado em primeiro lugar, com 33%. A pesquisa, realizada pelo Instituto Datafolha e encomendada pelo grupo O Povo, ouviu 644 eleitores, entre os dias 24 e 26 de junho. A taxa de confiança é de 95%.

Continua após a publicidade:

Por outro lado, o prefeito José Sarto conta com o maior número de partidos em seu arco de alianças para a campanha à reeleição – PSDB, Cidadania, Avante, PRD, DC, Mobiliza e Agir –, o que é visto como uma tentativa de demonstração de força após o rompimento entre seu partido e o PSB, no início do ano, tendo como pano de fundo o afastamento entre os irmãos Cid (PSB) e Ciro Gomes (PDT).

Não à toa, um dos adversários de Sarto deve ser o atual presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão (PT). A frente deve contar ainda com os outros dois partidos da federação com o PT – PCdoB e PV –, além do PSB, que pode indicar a vice. Evandro Leitão aparece em quarto lugar nas pesquisas e aposta na força do grupo que comanda o Governo do Estado – capitaneado pelo governador Elmano de Freitas (PT) e pelo ex-governador e ministro da Educação, Camilo Santana (PT) – para ver seus índices crescerem.

Outros nomes na disputa devem ser os do deputado federal Célio Studart, do PSD, em quinto lugar nas pesquisas, o do historiador Haroldo Neto, da Unidade Popular, e o do produtor cultural Técio Nunes, do PSOL.

Continua após a publicidade:

Conteúdo completo sobre eleições de fortaleza e outras capitais no site Movimento Econômico