Compromisso

Paulo Câmara inaugura nova sede do Instituto de Genética Forense Eduardo Campos

O governador Paulo Câmara inaugurou, na quarta-feira, 28 de dezembro, a nova sede do Instituto de Genética Forense Eduardo Campos (IGFEC), localizado ao lado do prédio da Secretaria de Defesa Social do Estado, no bairro de Santo Amaro, no Recife. Considerado um dos mais modernos do País, o Instituto aumentará o grau de eficiência com o espaço, que foi projetado como um laboratório de ponta.

“O Instituto que já vem fazendo um serviço importante, solucionando crimes e ajudando nas investigações, ganha novas instalações, mais modernas, que vão receber todos os equipamentos, já adquiridos nos últimos anos. Agora, contamos com maquinário de ponta dentro de uma estrutura adequada para um melhor funcionamento”, destacou Paulo Câmara.

Construído com acessibilidade, o espaço de 966 m² teve um investimento de cerca de R$ 2,5 milhões. A estrutura conta com oito salas, que abrigará os laboratórios de Genética Forense, de Biologia Forense e o Banco de Perfis Genéticos de Pernambuco, além de possuir área específica para triagem, coleta de material, administrativo, recepção, copa e banheiros.

Atualmente, o IGFEC funciona na Área de Segurança Integrada 6, em Jaboatão dos Guararapes. Em 2018, a estrutura foi adaptada para receber o complexo, que reúne os laboratórios forenses de genética e de biologia, uma central de custódia de material biológico e o Banco de Perfis Genéticos do Estado, que já é destaque nacional.

“Nesta nova sede, o Instituto foi projetado para ser um laboratório de alto padrão, com instalações mais modernas. O serviço do Instituto está ganhando em qualidade, eficiência e tempo de resposta”, pontuou Jeyson Valeriano, gerente do IGFEC.

Leia mais:
>>> Paulo Câmara participa do lançamento da nova Carteira de Identidade Nacional e de novos equipamentos tecnológicos da Polícia Civil

Com essa entrega, o espaço começará a receber os equipamentos e os materiais que precisam ser mantidos refrigerados com as máquinas calibradas.

“Todos os equipamentos de última geração precisam ser transferidos com técnica e muito cuidado. E, a partir daí, estarão prontos para servir à população pernambucana”, ressaltou o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Humberto Freire.

Após a estrutura ficar equipada, o acesso ao local é restrito para evitar contaminação dos materiais. A unidade conta com 26 profissionais aprovados em concurso: 13 são peritos criminais, 11 agentes de perícia e dois servidores administrativos terceirizados.

Entre as atribuições do Instituto estão as perícias de DNA em casos criminais e o armazenamento de material genético de vítimas, condenados e familiares de pessoas desaparecidas, assim como de vestígios em locais de crimes. Anualmente, são processadas cerca de 8 mil amostras de material genético.

O IGFEC é responsável por perícias altamente especializadas e o Banco de Perfis Genéticos do Estado já compartilhou mais de 21 mil perfis com o Banco Nacional de Perfis Genéticos, fazendo de Pernambuco um dos Estados que mais contribuem no Brasil.

Também participaram da solenidade os secretários estaduais Marcelo Canuto (chefe do gabinete do governador), Rinaldo de Souza (executivo de Defesa Social) e Flávio Duncan (Gestão Integrada de Defesa Social), o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Nehemias Falcão; o gerente geral de Polícia Científica, Fernando Benevides; o sub-comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco, coronel Clóvis Ramalho; e o deputado federal eleito, Pedro Campos.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco