A cidade do Paulista, na Região Metropolitana do Recife, amanheceu nesse domingo de chuva, 4 de setembro, comemorando idade nova e completou 87 anos de emancipação política.
 
O prefeito Yves Ribeiro deu início a programação solene do hasteamento das três bandeiras: Brasil, Pernambuco e Paulista, em frente ao prédio da Prefeitura, no Centro, em frente à Praça Agamenon Magalhães. 
 
Os corais das escolas municipais Gelda Amorim, em Paratibe, e Maria das Neves, em Jardim Paulista Baixo, animaram e entoaram diversas músicas, inclusive os hinos, com a Banda Aristides Borges, sob a regência do maestro Leonildo Araújo. 
“Paulista é a cidade de todos nós. Quero saudar o povo e todos que dedicaram sua vida para a construção dessa história. Sabemos que cada real que entra na cidade é importante para transformar vidas. Aproveito para agradecer o apoio da Câmara de Vereadores, no seu atuante empenho junto a gestão. Passamos por provações como o auge da Covid-19, e fomos o primeiro município a solicitar a vacina, valorizando o papel da ciência”, disse o prefeito Yves Ribeiro. 
Assista o momento do hasteamento da bandeira:
 

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Prefeitura de Paulista (@prefeiturapaulistape)

 

 
O presidente da Câmara dos Vereadores de Paulista, Edson Araújo (Edinho), participou do hasteamento acompanhado dos vereadores Raul Silva e Camelo do Seguro. 
 
O pároco da Paróquia de Santa Isabel, no Centro, Adriano Chagas, prestigiou a cerimônia.
“Hoje é um dia feliz para celebrar a história da querida cidade, relembrando o trabalho e as vitórias, que nos chamam para um momento de agradecimento. Que Deus nos abençoe!”, enfatizou Adriano Chagas. 
Santa Missa de Nossa Senhora dos Prazeres dos Maranguapes 
 
“Hoje é dia de celebração, vamos cantar, aleluia, aleluia. O céu está orando por nós”, no ritmo do refrão de uma música católica, foi iniciada a Santa Missa dos 403 anos da Paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres, presidida pelo padre Charles Roger Araújo, acompanhado do padre João Carlos, da Ordem dos Salesianos, no Recife, do pároco da Paróquia de Nossa Senhora das Graças, no Recife, Josenildo Tavares, e o diácono Sérgio Doutes, na manhã desse domingo (04/09). 
 
Houve também o hino da Padroeira, principalmente pelo avanço da reforma do templo, em toda a sua frente, com a aplicação de cerâmicas, além da construção da casa paroquial, dando mais brilho e glória aos trabalhos eucarísticos. A festa da paróquia foi iniciada na sexta-feira (03/09). 
 
O prefeito Yves Ribeiro, carinhosamente, em forma de gratidão, levou a medalhinha de São Bento, que tem desde 2004.
“Agradeço ao pároco Charles Roger Araújo pela saudosa recepção nesta maravilhosa celebração e festa católica. O momento de fé é muito importante.  Sempre digo que três coisas são necessárias para a vida do homem: amar a Deus, amar o próximo e cuidar da família”, contou o prefeito Yves Ribeiro. 
O padre Charles Roger Araújo comentou que a Paróquia reúne documentos de 400 anos atrás, trazendo o registro de séculos bem antes da emancipação da cidade.
“É com alegria irmãos e irmãs que nos encontramos celebrando os 87 anos de Paulista e 403 da Paróquia de Nossa Senhora dos Prazeres dos Maranguapes, marcada pela invasão holandesa, no século XVII. Também teve a Revolução Pernambucana de 1817, com a representação do padre João Ribeiro Pessoa de Melo Montenegro”, contou Charles Roger. 
Tanto no hasteamento quanto na Festa da Padroeira, houve a presença da Guarda Municipal. 
“Tivemos a alegria da presença do prefeito Yves Ribeiro, ele que sempre está conosco”, finalizou Charles Roger Araújo.
Após a celebração, houve  a procissão, levando a imagem da Santa, em veículo, para percorrer as ruas da cidade.