Mozart Sales, ex-assessor especial do Ministério das Relações Institucionais, vai se dedicar a partir desta sexta-feira, 5 de julho, às preparações para sua candidatura a vice-prefeito da cidade do Recife. Em entrevista ao Blog do Dantas Barreto, Sales considera nada definido, quanto às especulações que o prefeito João Campos (PSB) teria preferência pelo ex-chefe de Gabinete, Victor Marques (PCdoB).

Continua após a publicidade:

O gestor anterior, na conversa com o Blog, lembra que quando ocupou o cargo no Governo Lula, conseguiu firmar importantes parcerias com a prefeitura da capital e manteve uma estreita relação com Campos.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Mozart fala sobre legitimidade do PT

“Há legitimidade do PT em reivindicar a participação na chapa majoritária. O PT é uma força viva na política do Recife. O inusitado seria o partido não participar do processo eleitoral. Desde 1985 que participamos e nunca tivemos menos de 17% dos votos no Recife, a partir das eleições de 1992”, diz Mozart Sales.

PSB

“No Recife, temos uma relação histórica com o PSB. Sempre tivemos e fizemos muitas coisas em conjunto com o ex-governador Eduardo Campos, que continua sendo uma referência na política nacional. Ele me ajudou muito a ter visão sobre a política”, afirma Sales.

Da redação do Portal com informações do Blog do Dantas Barreto.