Na sexta-feira, 29 de março, um deputado federal Nikolas Ferreira utilizou suas redes sociais para expressar críticas a uma publicação compartilhada pelo Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) sobre a Páscoa.

O grupo foi alvo de reação após postar uma imagem de Jesus Cristo na cruz com a frase “bandido bom é bandido morto”, o que foi interpretado como uma afronta à fé de bilhões de cristãos em todo o mundo.

A publicação do MTST foi divulgada através das redes sociais do movimento, cujo um dos principais líderes é o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), atual pré-candidato à Prefeitura de São Paulo.

Em São Paulo, cidade que Boulos é pré-candidato ao prefeito, tem uma população composta por 58,2% de católicos e 22,1% de evangélicos, segundo dados do IBGE de 2010.

Nikolas afirmou em seu no X, antigo Twitter, que o post do MTST teria enterrado a candidatura de Boulos.