O pastor Silas Malafaia deve assumir uma versão um pouco mais “light” no próximo dia 25 de fevereiro, na Avenida Paulista, em São Paulo, durante o evento convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Organizador deste evento em apoio ao ex-chefe de Estado, Malafaia revelou que sua declaração durante o evento será cuidadosa, porém firme. Ele enfatizou que não irá evitar abordar os pontos necessários e não hesitará em ser direto em suas observações.

Malafaia destacou que há uma diferença entre sua presença nas redes sociais, onde tem liberdade para se expressar da maneira que deseja, e um evento com um propósito específico.

O religioso reconheceu que isso demanda uma abordagem diferente e está disposto a ajustar sua postura conforme necessário.

Segundo o líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, figuras da política incluindo o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), o senador Magno Malta (PL-ES), bem como os deputados Nikolas Ferreira (PL-MG) e Gustavo Gayer (PL-GO, farão discursos no evento. Além disso, Jair Bolsonaro (PL) e a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro participarão, com Michelle conduzindo uma oração.

Malafaia financiará do próprio bolso o aluguel do trio e outros custos associados ao evento em apoio ao ex-presidente na Avenida Paulista. Sua expectativa é de que a manifestação reúna cerca de 500 mil apoiadores e aliados de Bolsonaro.