Continua após a publicidade:

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, afirmou nesta quarta-feira, 10 de julho, que governo de Lula (PT) não descartou o leilão para importação de arroz. Ele argumenta que a compra do grão no exterior pode conter a alta dos preços, principalmente no Norte e Nordeste, mesmo que os produtores brasileiros tenham garantido preços baixos.

Continua após a publicidade:

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

O governo Federal havia confirmado o processo de compra após perda de parte da produção de arroz por conta das enchentes no Rio Grande do Sul. Pois, o estado é responsável por 70% de toda a produção nacional do arroz. Mas, os produtores haviam garantido que a perda da produção não era significativa para justificar a importação, assegurando que os preços não iriam aumentar.

Continua após a publicidade:

As afirmações feitas são contrárias as do ministro da Agricultura Carlos Fávaro, onde ele declarou que não haveria mais leilões para importação do grão, que os preços do arroz já estava normalizado e o abastecimento estava sob controle.