O presidente Luiz Inácio Lula da Silva comentou, na manhã desta quinta-feira, 8, a operação da Polícia Federal (PF) que mira aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro, como Braga Netto, Augusto Heleno e Valdemar Costa Neto.

Lula, no entanto, citou Bolsonaro como um dos responsáveis intelectuais pelos atos golpistas do 8 de Janeiro. “Acho que a tentativa de golpe não teria acontecido sem ele“, disse.

O presidente também disse que os atos de 8 de janeiro foram um “desrespeito à democracia”.

O pestista também criticou Jair Bolsonaro, dizendo que o ex-presidente “deve ter participado da construção dessa tentativa de golpe”.

Lula concluiu dizendo que espera que Bolsonaro não seja julgado sem a conclusão sobre ele ser inocente ou não.

Tempus Veritatis

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira uma operação para apurar a organização criminosa responsável por atuar em tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito.

Com o nome de Operação Tempus Veritatis (hora da verdade, em latim), a ação da PF mira aliados de Bolsonaro, como Braga Netto, Augusto Heleno e Valdemar Costa Neto. A operação também já prendeu os ex-assessores Filipe Martins e Marcelo Câmara.

Estadão Conteúdo.