Dia D de mobilização contra a poliomielite acontece neste sábado, 8 de junho, e em Pernambuco todos os municípios farão ações voltadas a imunização das crianças com até 4 anos.

Continua após a publicidade:

Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite vai até o próximo dia 14 de junho, e no estado 603.488 crianças estão aptas a ser imunizadas contra a doença que é caracterizada por um quadro de paralisia, que acomete os membros inferiores de forma irreversível.

A estratégia de vacinação foi iniciada no último dia 27 de maio, e até o momento, de acordo com as informações repassadas pelas gestões municipais ao Programa Estadual de Imunizações, em Pernambuco foram aplicadas 7.937 doses da vacina.

Para Campanha Nacional, o recorte prioritário definido para o Ministério da Saúde é a imunização da população formada por meninos e meninas com idades 1 a 4 anos, que consiste em uma estimativa populacional de 488.221 pessoas.

Para este público, a vacina deve ser aplicada de forma indiscriminada com a via oral (gotinha), desde que a criança já tenha recebido as três doses de vacina poliomielite (injetável) do esquema básico.

As crianças menores de 1 ano de idade também serão contempladas na mobilização. Para estas, o foco deve ser a atualização da caderneta de vacinação com a vacina contra a Poliomielite Injetável (VIP).

Continua após a publicidade:

Mães, pais e responsáveis por todas as crianças menores de 5 anos devem buscar a unidade de saúde mais próxima, munidos do cartão de vacina para verificação da situação vacinal e receber a dose do imunobiológico conforme indicado.

COBERTURA VACINAL

Pernambuco se configura como um estado com risco de reintrodução da doença, visto que a cobertura vacinal ainda está abaixo do preconizado (a meta é imunizar 95% da população-alvo).

Em 2023, a cobertura para poliomielite em crianças menores de 1 ano foi de 82,68%, representando uma leve elevação quando considerado os últimos três anos: 2020 (72,78%), 2021 (69,01%) e 2022 (76,25).