Continua após a publicidade:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou na segunda-feira, 1º de julho, aliados e ofendeu a oposição durante um discurso. Lula cobrou dos parlamentares governistas que o defendam no Congresso e afirmou que aqueles que criticam seu governo “não valem uma titica de cachorro”.

Continua após a publicidade:

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Evento em Feira de Santana

A declaração ocorreu em um evento em Feira de Santana, Bahia, onde Lula anunciou investimentos em rodovias e habitações.

Durante seu discurso, o presidente elogiava o trabalho dos senadores Otto Alencar (PSD-BA) e Jaques Wagner (PT-BA) quando aproveitou para repreender sua base aliada.

Continua após a publicidade:

Importância da defesa no Congresso

Lula enfatizou que não se pode “levar desaforo para casa” e destacou a necessidade de seus aliados o defenderem contra a oposição no Congresso.

Críticas à oposição e chamado à pacificação

O presidente também afirmou que seus adversários políticos “estão muito nervosos” após sua vitória nas últimas eleições, falando contra o ódio no Brasil.

Continua após a publicidade: