Jean Paul Prates foi demitido nesta terça-feira, 14 de maio, da presidência da Petrobras pelo presidente Lula, conforme comunicado feito pelo próprio Prates a aliados e membros de sua equipe, segundo informações da CNN.

Magda Chambriard já teria aceitado o convite para suceder Prates no cargo.

A Petrobras, em nota, confirmou a saída de Prates, solicitando que o conselho de administração considere a conclusão antecipada de seu mandato de forma negociada.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

O governo considerou insustentável a posição de Prates, especialmente após a controvérsia envolvendo o pagamento de dividendos aos acionistas da Petrobras, onde ele se absteve de seguir a orientação governamental, gerando descontentamento no Palácio do Planalto.

Fontes indicam que a decisão de Lula pela demissão de Prates ocorreu após uma série de desacordos com o governo. Prates e o ministro Silveira já não mantinham uma relação harmoniosa há algum tempo.

Magda Chambriard, que assumirá a presidência da Petrobras, foi diretora-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) durante o governo de Dilma Rousseff (PT).

Com mais de duas décadas de experiência na Petrobras, ela também atua como consultora na área de petróleo, gás e biocombustíveis.