Continua após a publicidade:

Uma pesquisa recente realizada pelo PoderData entre os dias 25 e 27 de maio de 2024 revelou que as taxas de aprovação do presidente Lula (PT) entre católicos e evangélicos. Entre os eleitores católicos, 55% afirmaram “aprovar” o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, uma queda de 7 pontos percentuais desde o início de seu mandato em janeiro de 2023.

A taxa de desaprovação entre os católicos atualmente está em 37%, em comparação com os 31% registrados no início do mandato.

Continua após a publicidade:

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

No eleitorado evangélico, a situação é ainda mais desfavorável para o presidente Lula, embora as variações desde sua posse não sejam tão pronunciadas.

Neste grupo, 61% dos entrevistados declararam “desaprovar” o governo, em comparação com os 56% registrados em janeiro de 2023. A aprovação entre os evangélicos começou em 31% e agora está em 27%. A margem de erro entre os fiéis das duas religiões é maior do que na pesquisa geral.

Continua após a publicidade:

Para os católicos, a margem de erro é de 3,6 pontos percentuais, enquanto para os evangélicos é de 4 pontos percentuais.

Os dados da avalição do presidente Lula foram coletados através de ligações para celulares e telefones fixos, abrangendo 2.500 entrevistas em 211 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro geral da pesquisa é de 2 pontos percentuais, com um intervalo de confiança de 95%.