Marcando uma redução de 11,6% nos índices de Mortes Violentas Letais (MVIs), maio de 2024 registrou o melhor mês da série histórica dos últimos 20 anos em Pernambuco.

Continua após a publicidade:

O recorte que engloba os casos de homicídios, feminicídios, latrocínios, lesão corporal seguida de morte e mortes por intervenção de agentes do estado, caiu de 301 (mai/2023) para 266 (mai/2024).

Já na capital pernambucana, a Secretaria de Defesa Social (SDS) constatou, também, a redução de MVIs durante o mesmo mês.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Em maio, dos 266 MVIs, 180 tiveram como motivação a atividade criminal, ou seja, 68%. Na Região Metropolitana do Recife (RMR) esse percentual é de 75%.

De janeiro a maio de 2024, 73% das vítimas tinham envolvimento com atividade criminal, na RMR esse percentual é de 83%.

Detalhando o número de MVIs no quinto mês de 2024, a maior redução aconteceu na Capital.

Foram 34 casos em maio deste ano, representando 32% de redução comparado ao mesmo mês de 2023 que registrou 50 ocorrências.

Continua após a publicidade:

No restante da RMR, a diminuição foi de 15,3%, caindo de 98 (2023) para 83 (2024). O Agreste finaliza maio deste ano com uma redução de 11,3%, passando de 62 casos (2023) para 55 (2024).

Já o Sertão teve o aumento de um caso, saindo de 39 (2023) para 40 ocorrências este ano. Por fim, a Zona da Mata também apresentou variação de 2 casos, saindo de 52 (2023) para 54 (2024).

Para o Secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho, essa redução histórica é fruto de um trabalho constante e integrado entre as forças de Segurança Pública com destaque para as operações realizadas em maio com os estados limítrofes da Paraíba e da Bahia.

Em maio de 2024, o Estado registrou 3.671 Crimes Violentos Contra o Patrimônio (CVP), representando uma redução de quase 6%, ou seja, 230 casos a menos que o registrado no mesmo período do ano passado (3.901 ocorrências/maio de 2023).

Continua após a publicidade:

A Zona da Mata segue sendo a região que apresenta o maior percentual de redução de Pernambuco no mês ( – 23,6%).

Foram 322 casos (2023) e 246 (2024). Logo em seguida está a Região Metropolitana do Recife (RMR), com uma redução de 7,2%, diminuindo de 1.198 (2023) para 1.112 (2024), uma diferença de 86 casos.

O Agreste reduziu quase 8%, caindo de 706 (2023) para 650 (2024). O Recife reduziu de 1.529 (2023) para 1.481 (2024), ou seja, redução de 3,1%.

Apenas o Sertão teve um aumento neste tipo de crime contabilizando 182 casos em maio de 2024 contra 147 em 2023.

Desde fevereiro deste ano, Pernambuco tem apresentado aumento no número de apreensão de armas, fechando o mês de maio com 589 armas tiradas de circulação, o que representa um aumento de quase 7% quando comparado com maio de 2023 (551).

Em maio de deste ano, as ocorrências de roubo de celular também apresentaram redução no Estado.

A queda de 9,2%, representa 396 casos a menos do que o registrado no mesmo período de 2023 (4.319). E seguindo as atuações, as Forças Policiais, através do programa Alerta Celular, recuperaram mais de 5 mil celulares desde janeiro de 2024.

Pernambuco finalizou maio deste ano com 5 casos de feminicídio, um a mais comparado ao mesmo mês de 2023.

Quanto ao recorte de Violência Contra Mulher, o Estado apresentou em maio uma redução de 2,5%, ou seja, 109 vítimas a menos quando comparado a maio do ano passado (4.365).

A SDS reforça o alerta para este tipo de crime, considerado um dos poucos em que o criminoso dá indícios de que cometerá.

Assim, a SDS, em parceria com a Secretaria da Mulher, tem investido em campanhas de conscientização para que a mulher denuncie logo na primeira agressão que sofre.

Em maio deste ano, Pernambuco teve um total de 299 casos a menos de roubo e furto de veículos do que em maio de 2023, o que representa uma redução de 15,5%. Em números absolutos, as ocorrências caíram de 1.933 (mai/2023) para 1.634 (mai/2024).