Continua após a publicidade:

O pré-candidato à Prefeitura do Recife, Gilson Machado, ex-ministro do Turismo de Jair Bolsonaro pelo Partido Liberal (PL), foi alvo de uma representação apresentada ao Ministério Público Eleitoral pela vereadora Liana Cirne (PT) na segunda-feira, 27 de maio. Ele é acusado de realizar campanha antecipada e desvio de finalidade da propaganda partidária na rádio e televisão.

Na denúncia, parlamentar argumenta que Gilson Machado utilizou as inserções partidárias do PL na televisão e em outros meios de comunicação para apresentar sua intenção de concorrer à prefeitura da capital pernambucana.

Continua após a publicidade:

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

No dia em que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) chega à capital pernambucana com o objetivo de promover o nome de Gilson Machado para prefeito do Recife, uma denúncia é apresentada.

Continua após a publicidade:

O pré-candidato enfrenta a possibilidade de uma multa que varia de R$ 5 mil a R$ 25 mil, ou o equivalente ao custo da propaganda, caso este último seja maior.

O partido PL também enfrenta a perspectiva de sanções, podendo ser penalizado com a cassação de duas a cinco vezes o tempo de inserção ilegal, no semestre seguinte.