O prefeito de Paudalho, na Mata Norte, Marcelo Gouveia, esteve na quinta-feira, 9 de junho, com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara e com a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos, Fernandha Batista, em reunião no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, onde anunciou um convênio no valor de R$3,5 milhões.

Ao lado do vice-prefeito da cidade, André Viana, o gestor municipal explicou que o recurso será destinado para a construção da ponte da Usina Mussurepe que foi levada com as fortes chuvas e para a construção também de parte dos muros de arrimos das casas afetadas na cidade.

“Eu e o vice-prefeito, André Viana, acabamos de sair do Palácio do Governo com boas notícias. Nos próximos 15 dias estaremos assinando um convênio no valor de R$1,5 milhão para a reconstrução da ponte de Mussurepe e mais R$ 2 milhões que serão usados para a construção de parte dos muros de arrimo de prevenção das casas que estão em situação de risco em nossa cidade. Quero agradecer ao governador, Paulo Câmara, e a secretária Fernandha Batista pela receptividade”, comentou.

Leia também:
>>>Em Paudalho, prefeito Marcelo Gouveia anuncia investimento de mais de R$6,1 milhões para volta às aulas gradativas

Medidas

Marcelo Gouveia foi o primeiro prefeito em Pernambuco a anunciar o cancelamento do São João para que todos os recursos fossem direcionados à cidade e para as vítimas das fortes chuvas no município. Além disso, três abrigos foram criados onde a população desabrigada recebeu apoio psicológico, alimentação, entrega de roupas, kits de higiene e outros donativos. A Prefeitura do Paudalho ainda anunciou a campanha Paudalho Solidário, onde doações foram recolhidas. Uma central de distribuição foi criada para manter o controle de qualidade e a distribuição dos donativos de forma correta. Dois abrigos já foram desativados e as famílias já estão de posse de nova moradia temporária através do aluguel social que a Prefeitura do Paudalho já começou a disponibilizar.