Nova pesquisa da Atlas/CNN divulgada nesta quarta-feira, 19 de junho, mostra que o deputado federal Guilherme Boulos (PSOL) lidera a corrida pela Prefeitura de São Paulo com 35,7% das intenções de voto.

O atual prefeito, Ricardo Nunes (MDB) está em segundo lugar com 23,4%. Em terceiro, aparece o coach Pablo Marçal (PRTB) com 12,6%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, fazendo com que Marçal esteja tecnicamente empatado com a deputada Tabata Amaral (PSB), que tem 10,7% das intenções de voto.

Continua após a publicidade:

📲 Entre no nosso grupo de Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

O deputado Kim Kataguiri (União) tem 6,9% e o apresentador de televisão José Luiz Datena (PSDB) aparece com 5,8%.

A economista Marina Helena (Novo) é a preferida de 2% dos eleitores e Altino Prazeres (PSTU) não pontuou.

A Atlas/CNN ouviu 2.220 eleitores paulistanos entre os dias 10 e 11 de junho. O nível de confiabilidade do levantamento é de 95% e ele está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número SP-00609/2024.

Comparado com a pesquisa anterior da Atlas/CNN divulgada no dia 28 de maio, Boulos oscilou negativamente 1,5 ponto porcentual. Nunes, por sua vez, cresceu 2,9 pontos porcentuais.

Continua após a publicidade:

O coach Pablo Marçal também cresceu acima da margem de erro, saltando de 10,4% para 12,6% das intenções de voto. Tabata Amaral, por sua vez, oscilou positivamente 0,8 ponto porcentual

Kataguiri oscilou um ponto porcentual para baixo e José Luiz Datena caiu de 7,9% para 5,8% das intenções de voto.

Segundo turno

A Atlas/CNN também perguntou aos eleitores paulistanos em quem eles votariam em cenários hipotéticos de segundo turno.

Em um cenário entre Boulos e Nunes, os dois aparecem empatados tecnicamente, com o deputado tendo 46% das intenções de voto e o prefeito 44%. Outros 9% disseram que pretendem votar branco ou nulo.

Já em um cenário entre Boulos e Marçal, o deputado do PSOL tem uma vantagem mais folgada: 48% contra 38% do coach.

Continua após a publicidade:

Nunes está à frente em um cenário de segundo turno contra Tabata Amaral. Neste cenário, 42% dos paulistanos disseram que votariam no prefeito e 37% preferem a deputada do PSB.

Tabata também estaria atrás de um segundo turno entre ela e Boulos. Nesta hipótese, o deputado do PSOL teria 40%, enquanto a deputada possui 25% das intenções de voto. Outros 34% disseram que votariam branco ou nulo.

A Atlas/CNN também perguntou aos eleitores paulistanos em quem eles votariam se Marçal e Datena se retirassem da disputa, deixando o campo da direita para Nunes, Kataguiri e Marina Helena.

Se isso acontecesse, Boulos e Nunes estariam com porcentuais mais próximos no primeiro turno. O deputado aparece com 37,5% das intenções de voto, enquanto o prefeito pontua em 32,4%.

Tabata Amaral, por sua vez, somaria 11,8% das intenções de voto e Kataguiri cresceria para 8,2%. Marina Helena teria 3,2% e Altino novamente não pontuaria.

Estadão Conteúdo