O deputado federal e pré-candidato à prefeitura de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL-SP) defendeu a internação compulsória de usuários de drogas da Cracolândia durante sabatina na manhã da quinta-feira, 6 de junho, no canal MyNews.

Continua após a publicidade:

Boulos diz que a opção é uma alternativa em casos extremos de dependência química, porém, precisa ser decidida por um profissional qualificado.

Ele argumenta que sustenta a ação não apenas como pré-candidato, mas como alguém que teve a oportunidade de se formar e escrever uma tese de mestrado em psiquiatria.

📲 Entre no nosso grupo de WhatsApp e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Ele exemplifica dizendo que não contrataria um médico para projetar a casa dele, do mesmo jeito que não contrataria um político para receitar tratamento.

Antes de chegar a essas pessoas, Boulos explica que é necessário realizar a busca ativa com abordagem de profissionais que tratem as pessoas com dependência química, como psiquiatras, psicólogos, assistentes sociais e consultórios de rua.

Continua após a publicidade:

O pré-candidato também expõe mais dois pontos ligados ao assunto, a necessidade de entender o caso em sua totalidade e a segurança pública.

O político relata que o último gestor de São Paulo que disse que iria acabar com a Cracolândia foi o ex-prefeito, João Dória.

Continua após a publicidade: