Continua após a publicidade:

A gestão do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), assinou um contrato de patrocínio de R$ 950 mil para a celebração do centenário da Assembleia de Deus no mesmo dia em que o deputado federal Otoni de Paula (MDB) decidiu deixar a disputa e apoiar a campanha à reeleição do atual mandatário.

O contrato foi assinado no dia 20 de junho, dois dias antes do evento evangélico. O prefeito registrou a participação na cerimônias nas redes sociais.

Continua após a publicidade:

Ele discursou ao lado de Otoni e do bispo Abner Ferreira. O evento também contou com a presença do governador Cláudio Castro (PL) e do pastor Silas Malafaia.

📲 Entre no nosso grupo de Telegram e receba as notícias do Portal de Prefeitura no seu celular

Continua após a publicidade:

De acordo com a Prefeitura do Rio, “o centenário da Assembleia de Deus é um acontecimento histórico e que merece ser celebrado. A autorização dos patrocínios foi dada no início de maio”.

O contrato de patrocínio foi fechado com a Convenção Estadual de Ministros das Assembleias de Deus do Rio de Janeiro (Cemad-RJ).

O secretário da Casa Civil, Lucas Padilha, aprovou o plano de trabalho que autorizou a assinatura do contrato no dia 19 de junho. No dia seguinte, dia 20, o acordo foi selado. O Estadão não conseguiu contato com a Cemad.

Estadão Conteúdo

Continua após a publicidade: