O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse que vai se reunir nesta terça-feira, 19 de março, com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para acertar o calendário de envio de projetos relacionados à regulamentação da reforma tributária ao Congresso.

De acordo com Lira, há uma organização para que ocorra votação de projetos de lei com urgência hoje, amanhã e quinta-feira.

O envio de um cronograma por Haddad será fundamental, segundo o presidente da Câmara, para que a “turma possa se programar”.

Ele comentou que, por causa das eleições municipais, este ano contará com dois “31 de dezembro”.

Lira salientou que será necessário pôr todas as pautas importantes ainda no primeiro semestre do ano e que Haddad demonstrou boa vontade.

O presidente da Câmara lembrou que no fim do ano passado houve medidas provisórias que causaram muito tumulto político no Congresso.

Mais cedo, após participar do mesmo seminário, o ministro da Fazenda disse que a regulamentação da reforma tributária precisa ser aprovada pelo Congresso até o ano que vem e afirmou acreditar que haja tempo para uma votação na Câmara ainda neste ano.

De acordo com Haddad, durante as eleições, não haverá tempo para fazer audiências púbicas, mas será possível adiantar alguns pontos.

Estadão Conteúdo