Carnaval

ARTHUR LIRA desfila pela Beija-Flor, que recebeu R$ 8 MILHÕES em EMENDAS PARLAMENTARES para homenagear Alagoas, e recebe críticas na internet

O presidente da Câmara é alagoano e aliado do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PL), que patrocinou a escola de samba com valor milionário.

ARTHUR LIRA desfila pela Beija-Flor, que recebeu R$ 8 MILHÕES em EMENDAS PARLAMENTARES para homenagear Alagoas, e recebe críticas na internet
Arthur Lira (na esquerda) posando para foto durante o desfine na Sapucaí. Foto: Reprodução/Instagram.

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), desfilou no domingo, 11, pela Beija-Flor de Nilópolis, na Sapucaí e recebeu crítica nas redes sociais. O enredo da escola de samba fez neste ano uma homenagem a Maceió, capital de Alagoas, Estado natal do deputado.

Usando uma camiseta da presidência da Beija-Flor, o presidente da Câmara desfilou ao lado do deputado (RJ), líder do Doutor LuizinhoPP na Câmara e um de seus principais aliados.

Na postagem, o presidente da Câmara fez também um agradecimento ao prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (PL), o JHC, que é seu aliado e repassou 8 milhões de reais, em emenda parlamentar, para a escola de samba.

Participação também no carnaval de Salvador

Antes de desfilar na Sapucaí, no Rio de Janeiro, Lira esteve na Bahia para participar do carnaval de Salvador a convite do deputado Elmar Nascimento (BA), líder do União Brasil na Câmara

Elmar é considerado o favorito de Lira para sua sucessão na presidência da Câmara. A eleição interna que renovará a cúpula do Congresso ocorrerá em fevereiro de 2025, mas as articulações são feitas desde agora.

Críticas nas redes sociais

A participação do presidente da Câmara nos desfiles geraram revolta de pessoas, na internet, que pediram a saída de Lira.

Pré-candidatos para sucessão na Câmara

Além de Elmar, são considerados pré-candidatos os deputados Marcos Pereira (Republicanos-SP), vice-presidente da Câmara, Antonio Brito (BA), líder do PSD, e Isnaldo Bulhões (AL), líder do MDB.

O PL já indicou que pode lançar seu líder, Altineu Côrtes (RJ), e Luizinho, do PP, também é lembrado como um possível nome para a disputa.

Recados a Lula

Lira se encontrou na sexta-feira, 9, com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, após enviar uma série de recados ao Palácio do Planalto sobre problemas na articulação política.

Segundo apurou o Broadcast Político (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), Lula prometeu diálogo direto com o presidente da Câmara e definiu que o ministro da Casa Civil, Rui Costa, será o responsável pela interlocução com o Legislativo.

Lira rompeu com o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, devido a mudanças em regras para a liberação de recursos de emendas da Saúde. A ministra da pasta, Nísia Trindade, é aliada de Padilha.

Estadão conteúdo.