Um momento de congratulação entre os colaboradores da Alepe foi realizado na última terça-feira, 12 de dezembro. O culto ecumênico “Alepe da Paz”, que faz parte da programação do “Natal Prateado Alepe 2023”, trouxe representantes de vários segmentos religiosos para a Casa.

Participaram do evento o diácono Sebastião Teixeira, da Igreja Católica da Soledade; o pastor Hélio Roberto, da Assembleia de Deus Abreu e Lima; Washington Luiz, presidente da Federação Espírita de Pernambuco; e Mãe Danda, sacerdotisa de religiões de matriz africana. A cerimônia contou ainda com a apresentação do Coral Vozes de Pernambuco.

Os religiosos falaram sobre a importância da união, do amor ao próximo e, principalmente, sobre o perdão, que, para eles, é o verdadeiro significado do Natal.

Continua após a publicidade:

O presidente da Federação Espírita de Pernambuco e servidor da Alepe, Washington Luiz, destacou a importância do encontro.

“Nós, funcionários dessa instituição, nos unimos hoje com um só pensamento: o de desenvolver em nós a paz, a luz e o amor.”

No mesmo sentido, o representante da Igreja Católica pontuou a necessidade do perdão. Ele lembrou que o ato de perdoar traz consigo mais qualidade de vida.

“Quem libera perdão não adoece, quem perdoa consegue viver anos com saúde, por isso, independente do período do ano que estivermos, precisamos liberar o perdão, por nós mesmos.”

O pastor Hélio Roberto, também funcionário da Casa, destacou o encontro como um momento de paz.

“Venho lembrar a relevância dessa Casa Legislativa proporcionar um momento onde os funcionários possam parar um pouco suas atividades para tratar do lado espiritual.”

Em tom de gratidão, Mãe Danda lembrou que as religiões desempenham um papel fundamental de trazer apoio quanto às questões emocionais. Ela acrescentou que precisamos dar importância à fé do outro.

“Nós acreditamos em um único Deus e não podemos nos manter distantes um do outro”, finalizou a sacerdotisa, cantando uma reza em angolano, que tinha como enredo a união.

Assembleia Legislativa de Pernambuco

Continua após a publicidade: