Em junho, o mercado automotivo brasileiro trouxe alguns destaques notáveis. Começando com o Honda ZRV, que ficou na 66ª posição com apenas 341 unidades vendidas, uma queda de mais de 40% em comparação com maio, mesmo com promoções. Já o Nissan Sentra ficou na 63ª posição com 494 unidades vendidas, mostrando que a transição para a linha 2025 ainda não refletiu em um aumento significativo nas vendas. A Fiat Titano, que sofreu com a greve do Ibama, emplacou 677 unidades, crescendo quase 160% e chegando perto da Volkswagen Amarok, que ficou na 56ª posição com 702 unidades vendidas.

Continua após a publicidade:

Sucessos e Recuperações

O Citroën C3 Aircross mostrou recuperação, com 1.014 unidades vendidas, ocupando a 51ª posição. O BYD Dolphin Mini vendeu 1.318 unidades, posicionando-se no 48º lugar, enquanto o Dolphin regular ficou na 44ª posição com 1.514 unidades vendidas. O Renault Kardian melhorou suas vendas, atingindo 1.753 unidades e fechando como o 42º veículo mais vendido. O CAOA Cherry Tiggo 7, após um recorde recente, estabilizou suas vendas com 1.875 unidades, ficando na 40ª posição. A GWM Haval H6 teve um aumento significativo, com 2.153 unidades vendidas, subindo para a 30ª posição e se tornando o híbrido mais popular no Brasil.

Picapes e SUVs

Entre as picapes médias, a Chevrolet S10 vendeu 2.197 unidades, ficando na 33ª posição, enquanto a Ford Ranger, com 3.026 unidades vendidas, ficou em 25º lugar, destacando-se no segmento. O Jeep Compass manteve sua relevância com 3.960 unidades, embora tenha perdido a liderança para o Toyota Corolla Cross, que vendeu 4.239 unidades, terminando na 17ª posição. O Nissan Kicks teve uma queda significativa, com 4.677 unidades vendidas, caindo para a 13ª posição. A Fiat Toro, com 4.780 unidades, foi o segundo comercial leve mais vendido, ficando na 12ª posição.

Top Performers no Mercado

No topo do ranking, o Volkswagen Nivus foi o 11º com 5.359 unidades, enquanto o Hyundai Creta ficou na 10ª posição com 5.858 unidades. O Chevrolet Tracker e o Volkswagen T-Cross disputaram acirradamente a liderança dos SUVs compactos, com o T-Cross levando a melhor na 8ª posição. O Fiat Mobi continuou forte na 7ª posição com 6.007 unidades vendidas. O Chevrolet Onix Plus se destacou como o sedã mais vendido, ocupando a 6ª posição com 6.538 unidades. O Fiat Argo recuperou a 5ª posição com 7.423 unidades, enquanto a Fiat Strada caiu para a 4ª posição com 7.551 unidades. O Chevrolet Onix ficou em 3º lugar com 8.852 unidades vendidas. O Volkswagen Polo, embora tenha perdido a liderança mensal, foi o carro mais vendido do primeiro semestre de 2024. Finalmente, o Hyundai HB20 liderou em junho com 9.760 unidades vendidas, registrando um aumento de 45,5% em relação ao mês anterior.

Análise Final

Em resumo, o mercado automotivo brasileiro em junho mostrou uma mistura de quedas e recuperações. Enquanto alguns modelos enfrentaram dificuldades, outros se destacaram e mostraram crescimento significativo, refletindo um mercado dinâmico e competitivo.

Fonte: ANFAVEA