Após lançar sua pré-candidatura a prefeito do Recife, nesse sábado, 2 de março, o deputado federal Túlio Gadelha (Rede) alfinetou o prefeito do Recife, João Campos (PSB), afirmando que “ele precisa entender que a eleição não tá ganha”.

Em entrevista à Rádio Folha, ao lado da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, o deputado falou sobre um provável duplo palanque da governadora Raquel Lyra, com a expectativa da candidatura do secretário de Turismo, Daniel Coelho (Cidadania), que enfraqueceria João Campos, que tentará a reeleição.

Defesa a Raquel

Gadêlha saiu em defesa da governadora Raquel Lyra, afirmando que a governadora foi jogada no colo do bolsonarismo, o que ele considera “uma grande injustiça”.

Logo, o deputado foi instigado pela jornalista Betânia Santana, que apontou o fato de a governadora ter ficado em cima do muro, como se diz popularmente, e não ter, igualmente, pedido votos para Lula nas eleições de 2022.