A delegada Carla Patrícia Cunha, não é mais a responsável pela Secretaria de Defesa Social no governo de Raquel Lyra (PSDB).

Nas redes sociais, a governadora confirmou a saída no começo da noite desta quarta-feira, 30 de agosto.

Em certo trecho do comunicado a gestora estadual agradece pela dedicação de Carla Patrícia e diz que o combate à criminalidade e à violência são prioridade no nosso governo e que o trabalho segue adiante.

Confira publicação:

Em menos de uma semana mais um chefe de pasta deixa a gestão estadual. No último dia 25 de agosto, a Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) que tinha Evandro Avelar como responsável, foi substituído pelo economista e doutor em Engenharia de Produção Diogo Bezerra, então secretário de Projetos Estratégicos.

Violência em Pernambuco

As mortes por Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), em Pernambuco registraram um total 300 assassinatos no mês de julho deste ano.

Destes a maior parte foi no interior com 162, seguido de 89 na Região Metropolitana e 49 na capital. Os dados são da Secretaria de Defesa Social (SDS), que divulga o balanço na quinzena de cada mês.

Estado chega a marca total de 2.023 homicídios, com 1.120 no interior330 na capital e 573 na Região Metropolitana, revela estatísticas do último balanço.

Na comparação com o mesmo período do ano de 2022, julho do ano passado registrou 235 assassinatos. Um aumento de 27%. Naquela ocasião, foram 65 homicídios a mais no intervalo de 12 meses. Sendo 140 mortes no interior, seguido de 58 na Região Metropolitana e 37 na capital.

Leia também:
>>>MORTES em PERNAMBUCO: mês de JULHO somou 300 ASSASSINATOS; foram 162 no INTERIOR, 89 na REGIÃO METROPOLITANA e 49 na CAPITAL, diz SDS

Mês anterior

Em comparação ao mês de junho de 2023 (total de 256 homicídios) o número teve um aumento de 44 pessoas mortas por crimes violentos letais intencionais no estado. Foram contabilizados no sétimo mês de 2023 um total de 162 assassinatos no interior89 na Região Metropolitana e 49 no capital.

Mulheres

O governo diz que o número de feminicídio que vinha apresentando, comparado ao ano anterior, uma redução de até 33% em 2023 (com 02 casos em abril em todo o estado, 04 em maio e novamente 04 em junho), no mês de julho, teve um aumento, contabilizando 09 vítimas.

A SDS reforça que este tipo de crime é considerado um dos poucos em que o criminoso dá indícios de que cometerá, por isso a Secretaria de Defesa Social, em parceria com a Secretaria da Mulher, tem investido em campanhas de conscientização para que a mulher denuncie logo a primeira agressão que sofrem. No número de vítimas de Violência Doméstica contra Mulher em julho de 2023 foram registradas 4.015 ocorrências.

Zero Homicídios

Dos 185 municípios pernambucanos, 96 municípios, incluindo Fernando de Noronha, não registraram nenhum caso de CVLI em julho de 2023.