Decisão

Pensão vitalícia em R$10 mil da vice-prefeita de Dormentes é considerada ilegal pela Justiça de Pernambuco

De acordo com o TJPE, não existe um critério legítimo, ou mesmo razoável para justificar a concessão de pensão especial à viúva do ex-prefeito Geomarco Coelho de Souza, nem em razão do falecimento deste ter ocorrido no decorrer no mandato.

Por - Publicado em 18 maio de 2022, às 09:32   -   Atualizado em 18 maio de 2022, às 09:33
Pensão vitalícia em R$10 mil da vice-prefeita de Dormentes é considerada ilegal pela Justiça de Pernambuco
Tribunal de Justiça considera ilegal pensão vitalícia concedida à viúva de ex-prefeito de Dormentes. Foto: Divulgação/Redes Sociais