Compromisso

Paulo Câmara sanciona lei que prevê contratação de professores de educação escolar quilombola, beneficiando cerca de 2,5 mil estudantes

A previsão é de que as admissões iniciais tenham prazo de três anos, permitindo recondução por igual período mediante novos processos seletivos simplificados, até a nomeação de cargos efetivos por concurso público específico para essa modalidade.

Por - Publicado em 13 maio de 2022, às 09:26   -   Atualizado em 14 maio de 2022, às 14:54
Paulo Câmara sanciona lei que prevê contratação de professores de educação escolar quilombola, beneficiando cerca de 2,5 mil estudantes
Comunidades quilombolas em Pernambuco ganham reforço na educação. Foto: Aluísio Moreira/SEI