Justiça

Tribunais revogam 277 anos de penas de casos de corrupção em processos de Lula, Sergio Cabral, Eduardo Cunha e outros

Levantamento mostra que condenações que somavam 277 anos e 9 meses de cadeia foram anuladas pelos tribunais. Desse total, 78 anos e 8 meses eram penas aplicadas a agentes políticos.

Por - Publicado em 12 dez de 2021, às 10:29
Tribunais revogam 277 anos de penas de casos de corrupção em processos de Lula, Sergio Cabral, Eduardo Cunha e outros
O ex-deputado Eduardo Cunha, o ex-presidente Lula e o ex-governador do Rio Sérgio Cabral. Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil/ Ricardo Stuckert/ PT