Acusação

Igreja evangélica é denunciada por injúria após supostamente se recusar a batizar uma homossexual

Segundo o boletim de ocorrência, cabeleireiro de 19 anos, de Araçatuba (SP), relatou que pastores disseram que não poderiam batizá-lo por ter unhas grandes e usar brincos.

Por - Publicado em 9 dez de 2021, às 16:08
Igreja evangélica é denunciada por injúria após supostamente se recusar a batizar uma homossexual
Igreja evangélica é denunciada por injúria após supostamente se recusar a batizar uma homossexual. Foto: Divulgação