Apuração

PF investiga superfaturamento de R$ 130 milhões no contrato de gráficas para impressão de provas do Enem nos governos de Lula, Dilma e Temer

Os envolvidos são suspeitos do cometimento dos crimes de organização criminosa, corrupção ativa e passiva, crimes da lei de licitações e lavagem de dinheiro, com penas que ultrapassam 20 anos de reclusão.

Por - Publicado em 7 dez de 2021, às 08:58
PF investiga superfaturamento de R$ 130 milhões no contrato de gráficas para impressão de provas do Enem nos governos de Lula, Dilma e Temer
Ex-presidentes Lula, Dilma Rousseff e Michel Temer. Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado