Decisão

Conselho de Ética arquiva processo contra líder do governo Bolsonaro na Câmara por supostas irregularidades na compra de R$ 1,6 bilhões da Covaxin

O deputado federal Ricardo Barros argumentou que não existem provas de seu envolvimento nas negociações para adquirir  o imunizante e classificou a denúncia de “manobra política” para prejudicar o Governo Federal. 

Por - Publicado em 24 nov de 2021, às 13:17 - Atualizado em 24 nov de 2021, às 13:17
Conselho de Ética arquiva processo contra líder do governo Bolsonaro na Câmara por supostas irregularidades na compra de R$ 1,6 bilhões da Covaxin
Conselho de Ética arquiva processo contra líder do governo Bolsonaro na Câmara por supostas irregularidades na compra de R$ 1,6 bilhões da Covaxin. Foto: Divulgação/ Internet.