Veredito

TSE anula decisão que tornava governador do Amapá inelegível; dois aliados do político também se beneficiaram da sentença

Em 2019, o TRE-AP decretou a inelegibilidade de Góes e de outros dois políticos do grupo do atual governador: o ex-senador Gilvam Borges e o ex-deputado federal Luiz Gionilson Borges, o Cabuçu Borges.

Por - Publicado em 1 out de 2021, às 12:25 - Atualizado em 1 out de 2021, às 12:25
TSE anula decisão que tornava governador do Amapá inelegível; dois aliados do político também se beneficiaram da sentença
Governador do Amapá Waldez Góes. Foto: Divulgação