Webinário

Presidente da ACS-PE, Albérisson Carlos, é convidado para representar o Brasil em evento internacional sobre saúde mental do PM

É o terceiro encontro do Grupo América Segura, formado por países da América Latina. O evento vai ser transmitido em redes sociais e o tema é "Questão de vida ou morte".

Há tempos o Presidente da Associação Pernambucana dos Cabos e Soldados, Albérisson Carlos, alerta sobre a saúde emocional dos policiais e neste sentido a estrutura de saúde da PM em Pernambuco carece de melhorias. Formado em letras, com especialização em análise do discurso, Albérisson foi o escolhido para representar o Brasil no próximo Webinário que ocorre nesta quarta-feira, 15 de setembro, às 19h.

Veja também:
>>>Presidente da ACS-PE comemora o lançamento do Programa habitacional para Policiais assinado por Bolsonaro; saiba as condições

“Recebi com muita satisfação o convite da Associação Nacional de Entidades Representativas de Policiais e Bombeiros Militares, através do nosso Presidente, o Sargento Leonel Lucas. Acompanhamos toda a questão de saúde envolvendo o Policial e o Bombeiro Militar não só em Pernambuco, mas em todo o Brasil. Com saúde não se brinca, muito menos com saúde mental. Temos registros preocupantes de suicídio nas corporações, por isso lutamos para que o acompanhamento psicólogo do policial seja permanente. Estaremos juntos com os colegas de toda a América Latina para buscarmos juntos novas formas de previnir o suicídio”, disse Albérisson Carlos.

Saúde emocional de Policiais sempre é um tema delicado e importante quando se fala de segurança pública. Alguns dados mostram que, no Brasil, esses profissionais carecem de atenção especializada. O caso recente de um Policial Militar da Bahia, aparentemente em surto psicótico, que abriu fogo em praça pública e acabou sendo morto por colegas de farda que tentavam negociar uma rendição, é apenas um exemplo claro de como a questão precisa ser levada a sério.

Segundo o relatório anual do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em outubro de 2020, só em 2019, 65 policiais militares e 26 civis cometeram suicídio. Naquele mesmo ano, o número de PMs mortos em serviço foi de 56 e o de policiais civis, 16. Isso significa que o número de Policiais que cometem suicídio é maior do que o de mortos em ação.

Webinário

Participam ainda do evento o argentino Ricardo Galeano, advogado e Major aposentado da Polícia da Província de Buenos Aires, e o mexicano Ramón Bernal, ex-Comandante da Polícia de Investigação da Fiscalização Geral da Cidade do México e Presidente do Movimento Nacional da Segurança em Prol da Justiça do México.

Todos os interessados no tema podem acompanhar o webinário que vai ser transmitido pelo canal do Grupo América Segura no YouTube e Facebook.

 

 

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal