Reação

Vídeo: Em live, Bolsonaro define como inacreditável e fantástica a motociata no Agreste de Pernambuco

Presidente reafirmou que ficou impressionado com demonstração de apoio das pessoas que participaram do evento.

Em sua tradicional transmissão ao vivo (live) na noite da quinta-feira, 9 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou sobre a motociata realizada no último sábado (04), passando pelos municípios de Santa Cruz do Capibaribe, Toritama e Caruaru.

Ao criticar o que ele chama de falta de transparência de alguns veículos de imprensa como a Globo, a Folha e o Estadão, o chefe do Planalto falou que especificamente a TV Globo, ao citar a quantidade de apoiadores em atos promovidos por ele, esquece que todas as pessoas têm celular para registrar os eventos. O presidente falou sobre o trajeto percorrido em Pernambuco.

Ainda durante a live, Bolsonaro assumiu ter pedido ajuda do ex-presidente Michel Temer para escrever a nota divulgada na quinta (09). Ele ainda colocou a culpa da crise institucional na mídia, afirmando que “a imprensa nossa é uma fábrica de fake news”.

O presidente também disse que sempre respeitou os poderes e que não vai atender a “uma minoria” de seus apoiadores que pedem que ele jogue fora das quatro linhas.

“Eu sempre disse que iria jogar dentro das quatro linhas da Constituição. Alguns se irritam, querem que eu saia por aí escalpelando os outros, fechando instituições, prendendo, atirando […] Muitos que participam ‘quer’ logo uma ação imediata, em especial do presidente. ‘Eu autorizo’”, disse Bolsonaro repetindo a frase que os apoiadores costumeiramente gritam nas mobilizações, pedindo a destituição do STF. O presidente continuou: “Eu não vou sair das quatro linhas”.

Veja o vídeo:

Leia mais:
>>> Bolsonaro confirma que Temer colaborou com nota e diz que repercussão foi boa no mercado financeiro

O chefe do Executivo ainda falou sobre o posicionamento do Legislativo e do Judiciário após o 7 de Setembro.

“Eu estou pronto para conversar. Por mais problema que eu tenha lá com Arthur Lira, com Rodrigo Pacheco, com o ministro Fux, com o Barroso lá do TSE… Tenho que conversar com o Barroso. Hoje ele deu um cassete em mim aí… tem que conversar com o Barroso. Todo mundo quer transparência, Barroso!”, disse.

Fonte – Blog Cenário

Da redação do Portal com informações do Política Pernambucana

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal