Ameaça

Vídeo: ala radical de caminhoneiros quer manter paralisação nas estradas e “Zé Trovão” pede posicionamento oficial de Bolsonaro

Categoria promete permanecer com ato enquanto o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não se pronunciar publicamente pedindo a liberação das estradas.

Nesta quinta-feira, 9 de setembro, o caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, que se apresenta como “Zé Trovão”, afirmou em um vídeo que a paralisação da categoria será mantida enquanto o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não se pronunciar publicamente pedindo a liberação das estradas.

Veja também:
>>>Vaza áudio de Bolsonaro pedindo fim de protesto dos caminhoneiros; ministro grava comunicado a pedido do presidente

O recado foi divulgado por Zé Trovão em suas redes sociais. “A gente precisa resolver tudo isso porque o Brasil não pode continuar desse jeito. Nós precisamos de uma resposta do senhor. Se é pra abrir, o senhor faça um vídeo, fale data e hora e nos peça. Daí a gente vai atender ao senhor”, disse Zé Trovão.

Em um vídeo divulgado pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, em que confirma um áudio gravado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido)  direcionado aos caminhoneiros, mostra uma tentativa do ministro em conter a paralização para evitar um problema ainda maior no país.

Segundo o ministro, o áudio “mostra a preocupação do presidente com a paralisação”.

“Essa paralisação ia agravar efeitos da economia, inflação, impactar os mais pobres e mais vulneráveis. Nós já temos hoje um efeito nos preços dos produtos em função da pandemia”, reforça o ministro no vídeo.

Tarcísio de Freitas segue dizendo que é uma preocupação de todos a melhoria da situação do país e com a resolução de problemas graves. “Mas a gente não pode tentar resolver um problema criando outro, principalmente os mais vulneráveis. Daí a preocupação do presidente da república.”

No áudio direcionado aos caminhoneiros, ainda não publicado de forma oficial, o presidente Bolsonaro pediu às lideranças do movimento que desbloqueiem as vias para evitar desabastecimento e aumento da inflação.

“Fala para os caminhoneiros que são nossos aliados que esses bloqueios atrapalham, nossa economia. Isso provoca desabastecimento e inflação. Prejudica todo mundo, em especial os mais pobres. Dá um toque para os caras, para liberar, para a gente seguir a normalidade. Deixa com a gente em Brasília, aqui, agora. Não é fácil negociar e conversar por aqui com outras autoridades, mas a gente vai fazer nossa parte e vamos buscar uma solução para isso, tá ok? Aproveita e em, meu nome dá um abraço em todos os caminhoneiros”, disse o presidente.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal