Paralisação

Com o aumento na procura de combustíveis, Procon realiza fiscalização nos postos do Recife nesta quinta-feira (9)

O risco de desabastecimento já foi descartado pelo Sindicombustíveis e também pelo Porto de Suape.

Com o aumento de condutores em postos do combustíveis de Pernambuco desde a noite da quarta-feira, 8 de agosto, temendo a falta de combustíveis ou até mesmo o aumento nos preços, como aconteceu em 2018 com a paralisação dos caminhoneiros, o Procon Pernambuco decidiu sair às ruas para fiscalizações nesses estabelecimentos.

Na manhã desta quinta-feira, 9 de agosto, o órgão de defesa do consumidor informou que faz a verificação dos valores aplicados nos combustíveis constantemente.

Veja também:
>>>Vídeo: ala radical de caminhoneiros quer manter paralisação nas estradas e “Zé Trovão” pede posicionamento oficial de Bolsonaro

O risco de desabastecimento já foi descartado pelo Sindicombustíveis Pernambuco e também pelo Porto de Suape.

As equipes do Procon circulam pela Imbiribeira, na Zona Sul do Recife, pela Avenida Norte, na Zona Norte, e na Avenida São Miguel, na Zona Oeste da cidade, inclusive com o acompanhamento do secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico.

Situação da paralisação

O Ministério da Infraestrutura informou que às 8h de hoje, foram registrados pontos de concentração em rodovias federais de 15 estados, com 10% de redução de ocorrência desde o último boletim da madrugada.

Corredores logísticos essenciais para o abastecimento do Brasil foram liberados agora pela manhã. Confira: 

BR-116/Bahia (Feira de Santana)
BR-153/Goiás (Anápolis)
BR-376/Paraná
BR-040/Rio de Janeiro (sede da Reduc)
BR-101/Espírito Santo
BR-101/Rio de Janeiro (Campos dos Goytacazes)
BR-116/Rio Grande do Sul (Turuçu)
BR-153/Goiás (Itumbiara)
BR-101/Pernambuco (Igarassu)
BR-040/Minas Gerais

Em um áudio direcionado aos caminhoneiros, ainda não publicado de forma oficial, o presidente Bolsonaro pediu às lideranças do movimento que desbloqueiem as vias para evitar desabastecimento e aumento da inflação.

“Fala para os caminhoneiros que são nossos aliados que esses bloqueios atrapalham, nossa economia. Isso provoca desabastecimento e inflação. Prejudica todo mundo, em especial os mais pobres. Dá um toque para os caras, para liberar, para a gente seguir a normalidade. Deixa com a gente em Brasília, aqui, agora. Não é fácil negociar e conversar por aqui com outras autoridades, mas a gente vai fazer nossa parte e vamos buscar uma solução para isso, tá ok? Aproveita e em, meu nome dá um abraço em todos os caminhoneiros”, disse o presidente.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal