Apoio

Saiba como serão as manifestações contra o STF e pró-Bolsonaro no dia 7 de setembro em Pernambuco

Através das redes sociais, apoiadores aparecem em vídeos falando em direito à liberdade de expressão e em defesa da democracia.

Nos últimos dias tem sido convocado por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e também por lideranças apartidárias, manifestações contra ações ‘autoritárias’ do Supremo Tribunal Federal (STF) e em apoio ao governo federal para o dia 7 de Setembro, feriado da Independência.

Através das redes sociais, apoiadores aparecem em vídeos falando em direito à liberdade de expressão e em defesa da democracia.

Veja também:
>>>
Pastores convocam grande ato em favor do Brasil e em defesa da Constituição para 7 de setembro

Em Pernambuco, a manifestação estão sendo convocadas por movimentos de direitas, políticos e também por líderes religiosos. Na capital pernambucana, o ato está previsto iniciar às 10h da manhã, com concentração em frente a Padaria Boa Viagem, na Av. Boa Viagem, Zona Sul da Cidade.

Movimentos de direita também estão organizado uma carreata no Recife para o dia 7 de setembro, na Imbiribeira, às 10h.

Líderes religiosos impulsionam atos

Em culto realizado no último domingo, 22 de agosto,  na Catedral da Igreja Episcopal Carismática o arcebispo Paulo Garcia criticou ações autoritárias do STF e conclamou a Igreja para tomar um posicionamento em defesa da fé cristã.
“Como cristãos precisamos nos posicionar. Se não fizermos isso muito em breve seremos proibidos de declarar a nossa fé, até mesmo nas igrejas”.

Umas das convocações foi anunciada pelo pastor Silas Malafaia, que afirmou que haverá “manifestações pacíficas em favor do Brasil e contra aqueles que querem rasgar a Constituição”, disse ele em seu canal oficial no Youtube.

Malafaia afirmou que estará a partir das 14 horas na Avenida Paulista, na cidade de São Paulo, com diversos outros líderes evangélicos, incluindo “Samuel Câmara, Abner Ferreira, Abe Huber, Vitor Hugo, César Augusto, Renê Terra Nova, Rina e Estevam Hernandes”.

O pastor Claudio Duarte também fez o convite e fez um alerta aos cristãos brasileiros. Duarte falou ainda sobre a prisão do presidente do PTB, Roberto Jefferson.

“Indica que qualquer pessoa, daqui a uma fração de tempo, que expor sua opinião de forma contrária em um país que se diz democrático vai ser preso. (…) Nós estamos a beira de uma revolução. Nós estamos à beira de uma guerra civil. (…) É importante nos posicionarmos porque não dá mais. Já já nós não vamos poder falar nada mais dentro de uma igreja”, disse Claudio Duarte.

Polícia Militar

A adesão de militares a atos pró-Bolsonaro no Dia da Independência ligou o alerta de governadores. No Rio, Eduardo Da Silva Marques Junior, o sargento Da Silva, que se comunica com um grande contingente, tendo mais de 162 mil seguidores no Facebook.

Marques Junior, que é da ativa, publicou uma foto em que aparece fardado ao lado do presidente Jair Bolsonaro. “Soldados do Povo! Guerreiros por Natureza! 7 de Setembro será um grande dia! Milhões de cidadãos de bem de
todas as regiões do Brasil estão com o senhor!”, escreveu o policial, que tentou ser vereador do município de Belford Roxo (RJ) na eleição de 2020.

Em Santa Catarina, o subtenente Rudinei Floriano preside o Inmetro desde o início do governo de Carlos Moisés (PSL), em janeiro de 2019, também fez uma publicação afirmando que estaria participando do ato de 7 de setembro.

No Facebook, publicou vídeo de Bolsonaro convidando para a manifestação com os dizeres “7 de setembro eu vou” e “vai ser gigante”.

 

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal