Declaração

Doria chama apoiadores do presidente de “milícia bolsonarista” e faz alerta sobre manifestações marcadas para 7 de setembro

O governador de São Paulo afirmou que a Polícia Civil paulista identificou mobilizações que visão cercar e invadir o Congresso Nacional e a sede do STF.

Mais um vez o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), atacou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O gestor disse na última segunda, 23 de agosto, ter alertado outros governadores sobre o que classificou de “milícia bolsonarista”, está se preparando com “força redobrada” para protestos em 7 de setembro.

Doria afirmou que a Polícia Civil paulista identificou mobilizações de apoiadores do presidente nas redes sociais para cercar e invadir o Congresso Nacional e a sede do Supremo Tribunal Federal, em Brasília.

Veja também:
>>>Governador Doria afasta comandante de batalhão da PM por convocar manifestação contra o STF e a favor de Bolsonaro

“Já houve precedentes em outros estados de manifestações dentro das polícias militares. É preciso ter cuidado: as milícias bolsonaristas estão agindo com força redobrada com vistas às manifestações em 7 de setembro”, declarou, durante o programa Roda Viva, da TV Cultura. “Enfrento as milícias bolsonaristas o tempo todo”, completou.

O governador de São Paulo anunciou também ontem o afastamento do coronel Aleksander Lacerda do comando de um batalhão da Polícia Militar no interior do estado, após ele ter convocado manifestações contra o Supremo Tribunal Federal (STF) pelas redes sociais.Governador, Governador Doria afasta comandante de batalhão da PM por convocar manifestação contra o STF e a favor de BolsonaroGovernador, Governador Doria afasta comandante de batalhão da PM por convocar manifestação contra o STF e a favor de Bolsonaro

O afastamento foi motivado por indisciplina, segundo o governador. “Em São Paulo não teremos manifestações de policiais da ativa de ordem política”, disse Doria, que em entrevista coletiva informou que conversou sobre o assunto na manhã de hoje (23) com o secretário de Segurança Pública, João Camilo Pires de Campos.

Visita

Pré-candidato à presidência pelo PSDB, João Dória, confirmou visita a Pernambuco em busca de apoio para seu nome nas eleições do próximo ano. O gestor deve desembarcar no Recife no próximo dia 28 de agosto e também visite Caruaru, no Agreste, cidade comandada pela presidente estadual do PSDB, Raquel Lyra.

O intuito é consolidar apoio entre o tucanato pernambucano para as prévias da sua legenda, que acontecerão em novembro, onde será escolhido o nome que representará o partido na disputa pela presidência do próximo ano, já que o partido também conta em seu quadro com o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB). O gestor também esteve na região duas semanas atrás.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal