Repercussão

Após áudio de Sérgio Reis convocando invasão ao STF, cantor avisa que não teme ser preso: “Não sou frouxo”

Em entrevista, o ex-deputado ressaltou, porém, que se arrependeu da fala e que “era tudo brincadeira”.

O cantor Sérgio Reis afirmou que não tem medo de ser preso em razão de suas manifestações críticas ao Supremo Tribunal Federal (STF), após vazar um áudio em que ele falou que “se em 30 dias não tirar os caras [ministros do STF], nós vamos invadir, quebrar tudo e tirar os caras na marra. Pronto. É assim que vai ser. E a coisa está séria”.

“Eu não tenho medo de ser preso. Não sou frouxo. Não sou mulher. Cadeia é para homem”, disse o artista, em entrevista ao jornal O Globo.

Na entrevista, o cantor ressaltou, porém, que se arrependeu da fala e que “era tudo brincadeira”. De acordo com Reis, o áudio era de uma conversa com um amigo, mas que acabou se espalhando pelas redes sociais. O intérprete também declarou que não tem intenção de praticar qualquer violência contra a Suprema Corte.

“Não temos que quebrar nada. Tem que fazer uma passeata serena, sem briga. Sem nada. Eu me arrependo demais de ter falado [aquilo] com um amigo. Amigo da onça. Sabe como é”, destacou.

Ver mais:

>> Ex-deputado federal e cantor Sérgio Reis convoca manifestação com caminhoneiros a favor de Bolsonaro; assista vídeo

O ex-deputado, no entanto, diz que defende a realização de manifestações contra o STF e acha que o impeachment de ministros do Supremo realmente deveria ocorrer. De acordo com ele, muitas decisões tomadas pela Suprema Corte são discutíveis.

“Não sou eu que decido. Essas coisas que os ministros estão fazendo prejudicam muita gente. Soltar bandido? Isso não pode. Ou a lei é cumprida, ou não é. Eu não sou juiz. Eu sou um cara do povo. Como povo, eu acho que tinha que ter o impeachment”, completou.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal