Propósito

Paulo Câmara pactua metas da Educação para 2021 com objetivo de índices semelhantes ao IDEB de antes da pandemia

Governador comandou reunião do Pacto pela Educação, com a presença de secretários estaduais e gestores regionais, que estabeleceu a meta do Ideb para este ano.

O governador Paulo Câmara comandou, na manhã desta quarta-feira (18.08), a primeira reunião presencial do Pacto pela Educação, que completa dez anos, após a paralisação em decorrência da pandemia da Covid-19. Durante o encontro, realizado na Secretaria de Planejamento e Gestão, Paulo Câmara pactuou a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) para 2021. O objetivo é que os resultados a serem alcançados sejam os mesmos do IDEB de 2019, registrados antes da crise sanitária. No ensino fundamental anos finais, o índice foi de 4,7, e no ensino médio, 4,5.

O governador destacou que a meta para 2021 é desafiadora mas, com empenho, será alcançada.

“O que nos move agora, mais do que nunca, é a gente conseguir, diante do que virá, atingir pelo menos o padrão pré-pandemia. A gente sabe que manter o padrão que a gente deixou é uma meta difícil, mas não é impossível. Se a gente não trabalhar com metas e com determinação, não consegue. Somos o único Estado do Brasil que, desde que começou a medir o IDEB, sempre avançou. A meta é não cair, e nós não vamos”, afirmou Paulo Câmara.

Paulo Câmara pactua metas da Educação para 2021 com objetivo de índices semelhantes ao IDEB de antes da pandemia
Paulo Câmara pactua metas da Educação para 2021 com objetivo de índices semelhantes ao IDEB de antes da pandemia. Foto: Hélia Scheppa/SEI

O secretário de Educação e Esportes, Marcelo Barros, ressaltou a importância da pactuação de metas.

“É neste encontro que conversamos sobre os nossos resultados do ano anterior e os projetos, estratégias e metas para este ano, quando temos um desafio ainda maior, pois ainda estamos enfrentando um cenário de pandemia e as aulas ainda acontecem de maneira híbrida. Mas temos acompanhado o trabalho que vem sendo desenvolvido pelas nossas escolas e estamos confiantes de que seguiremos conquistando bons índices”, disse Barros.

Ver mais:

>> Governador Paulo Câmara lança programa de testagem em massa da população para Covid-19

Paulo Câmara também anunciou a antecipação do pagamento da Folha de Eventuais Atrasados (FEA) a servidores ativos e aposentados vinculados à Secretaria de Educação e Esportes. Anteriormente previsto para acontecer até dezembro de 2024, o pagamento será feito ainda neste mês de agosto aos inativos, e em setembro de 2021 aos servidores ativos.

Também está previsto um aumento de 40% no repasse do valor para o Programa Estadual de Transporte Escolar (PETE) – instituído em 2008 para estudantes da zona rural. O valor atual, de R$ 42,5 milhões, passará para R$ 58,8 milhões anualmente. Dos 181 municípios que necessitam do programa, apenas 14 não aderiram. Com a proposta, o objetivo é tornar o PETE mais atrativo e fazer com que 100% das cidades sejam beneficiadas.

Paulo Câmara pactua metas da Educação para 2021 com objetivo de índices semelhantes ao IDEB de antes da pandemia
Paulo Câmara pactua metas da Educação para 2021 com objetivo de índices semelhantes ao IDEB de antes da pandemia. Foto: Hélia Scheppa/SEI

Na reunião, o governador ainda anunciou o aumento de 85,14% do Suprimento Institucional. Atualmente, o valor anual repassado é de R$ 20,7 milhões, e passará a R$ 38,4 milhões. Por fim, Paulo Câmara informou que as tratativas para elaboração do processo licitatório da 9ª edição do Programa Ganhe o Mundo estão em curso, e que mais de mil estudantes serão contemplados.

Além do governador e do secretário Marcelo Barros, a reunião também contou com a presença do secretário de Planejamento e Gestão, Alexandre Rebelo, e dos gerentes regionais de Educação do Estado.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal