Solicitação

Lula pede que Arthur Lira tenha coragem de seguir com o pedido de impeachment de Bolsonaro

Em encontro no Recife, o petista exortou a Câmara dos Deputados a adotar o impedimento do atual presidente.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, a adotar o impedimento do atual presidente Jair Bolsonaro.

“A verdade é que se o Lira não criar coragem de fazer o impeachment, vai sobrar para o povo brasileiro o direito de se livrar desse genocida que está no poder”, afirmou.

Estiveram presentes no evento nomes como: Teresa Leitão, Carlos Veras, Humberto Costa, José Guimarães, Doriel Barros, além da presidente do PT Gleisi Hoffmann.

“As eleições vão acontecer e ele vai cair fora para nunca mais voltar”. “Se um filho de Garanhuns tivesse medo de ameaça eu nem teria nascido. Já tenho experiência demais com bravata. O Bolsonaro vai perder as eleições e vai acatar o resultado. Ele pode é ficar triste porque talvez quem ganhe não queira receber a faixa dele e prefira receber do povo”, disse o petista.

Ver mais:

>> Durante visita a Pernambuco, Lula diz que ‘militares’ do governo Bolsonaro estavam “montando uma quadrilha de comprar vacinas” 

“Nós estamos de volta e vamos reconstruir a democracia brasileira”, disse o ex-presidente, que reclamou da ação coordenada de forças judiciais e policiais para criminalizar o PT e a esquerda, nos anos recentes. Ele citou estudo do Dieese e CUT que fala em perdas bilionárias, com o uso da Justiça para atacar o partido, citou.

Na fala reclamou ainda, de desemprego e de falta de habitação, depois de começar o discurso chamando Bolsonaro de genocida.

“Foi um lambe botas do Trump, é contra vacinas, acorda de manhã para postar fake news”, concluiu o petista.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal