Interrupção

Após retomada ao poder, Talibã ordena que parte do Afeganistão pare vacinação contra a Covid-19

A vacinação já foi interrompida na província de Paktia, no leste do país. 

Após a retomada do poder no Afeganistão, o Talibã começou a colocar em prática a sua agenda fundamentalista no país e proibiu a vacinação contra a Covid-19 no país. A vacinação já foi interrompida na província de Paktia, no leste do país.

De acordo com reportagem da Exame, a imprensa local divulgou que o Talibã ordenou os funcionários do hospital regional a pararem de distribuir o imunizante, obrigando as unidades de saúde a interromperem a vacinação.

A província já está há três dias sem vacinação. No entanto, de acordo com a reportagem, não há informações concretas sobre como está a campanha de vacinação no resto do país.

Ver mais:

>> Vídeo: Multidão invade o aeroporto de Cabul, no Afeganistão e várias pessoas se penduram no avião em tentativa de fuga

>> Estados Unidos emitem declaração com 60 nações sobre a situação no Afeganistão

>> Grupo Talibã chega à capital Cabul, no Afeganistão, após saída de tropas norte-americanas

Talibã já foi a favor das vacinas

No final de janeiro de 2021, enquanto o grupo ainda estava longe de controlar as principais províncias e cidades do país, o Talibã se mostrava “a favor” da vacinação.

Zabihullah Mujahid, porta-voz do grupo extremista, disse à agência Reuters no fim daquele mês que o grupo iria apoiar e facilitar a campanha de vacinação conduzida por meio dos centros de saúde no país.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal