Imunização

Recife ultrapassa a marca de 1 milhão de pessoas vacinadas contra Covid-19

Com o número, o município chega a 80,8% da população vacinável com pelo menos uma dose do imunizante anticovid.

O Recife atingiu uma marca importante na campanha de vacinação contra covid-19, nesta sexta-feira (13): mais de 1 milhão de moradores da cidade já receberam pelo menos uma dose da vacina. O número representa 80,8% da população adulta vacinada, das quais 941.370 tomaram a primeira dose e 59.770 a vacina de dose única.

A capital pernambucana tem 1.237.614 pessoas acima dos 18 anos aptas a receber o imunizante anticovid. Para este sábado (14), a capital tem 15.766 agendamentos para imunização, o recorde desde o início da vacinação contra o novo coronavírus.

A capital tem sentido, na prática, o impacto positivo da vacinação. Entre os meses de janeiro e julho deste ano, a capital registrou uma queda de 44,1% no número total de recifenses diagnosticados com covid-19. Em janeiro, mês de início da campanha, foram confirmados 11.283 casos no município, sendo 9.879 de casos leves e 464 de síndrome respiratória aguda grave (srag). Em julho, a capital confirmou 6.305 casos, dos quais 5.892 eram leves e 413 de srag.

Ver mais:

>> Prefeito João Campos anuncia cadastramento para vacinação de pessoas com 2 anos ou mais no Recife

Em relação aos óbitos, em janeiro, foram confirmadas 161 mortes, enquanto em julho foram 125. Isso representa uma queda de 22,4%. É importante lembrar que o número de óbitos ainda pode sofrer alterações, tendo em vista a qualificação dos bancos de dados.

“Os dados só confirmam que, de fato, a vacina é a nossa principal aliada no enfrentamento da pandemia. No entanto, reforçamos a importância de tomarmos a segunda dose, e mesmo após vacinados, não podemos relaxar com os cuidados e permanecer usando máscara, higienizando as mãos e evitando aglomerações, para prevenir novas infecções respiratórias”, afirma Luciana Albuquerque, secretária de Saúde do Recife.

O número de atendimentos feitos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192), na capital pernambucana, a pacientes com suspeita de covid-19, também vem caindo progressivamente. Entre os meses de março e julho, o órgão registrou redução de 52% na quantidade de ambulâncias enviadas a pessoas que precisaram de assistência, com sintomas respiratórios graves. Em março, segundo pico da pandemia na cidade, o Samu Recife fez 1.591 atendimentos, quando foi registrada a maior média móvel do ano – 60,9. Em julho, foram 770 atendimentos, uma média de 24 atendimentos por dia feitos pelas equipes de socorro.

Mesmo com o avanço da vacinação e a diminuição no número de casos, óbitos, internações e envio de ambulâncias para atendimento de sintomáticos respiratórios, a Prefeitura do Recife continua investindo na testagem dos munícipes. Cerca de 300 mil pessoas realizaram teste para detecção de covid-19 nas unidades municipais.

Da redação do Portal com informações da Prefeitura do Recife

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal