Reencontro

‘Vamos derrotar esse desastre chamado Bolsonaro’, diz ex-presidente Lula em encontro com Dilma Rousseff

O reunião entre os petistas foi registrado nas redes sociais e ocorreu para tratar "o momento que atravessa o país".

Durante encontro com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse que eles derrotarão o “desastre” que é o governo Jair Bolsonaro (sem partido): “Vamos derrotar esse desastre chamado governo Bolsonaro”, disse.

Nas redes sociais, Lula publicou uma foto ao lado de Dilma afirmando que o encontro ocorreu para tratar “o momento que atravessa o país”.

Veja também:
>>>Lula é aconselhado a ter um evangélico ou empresário como vice

“Olha quem apareceu por aqui hoje! Muito bom reencontrar essa guerreira e companheira de luta Dilma Rousseff. Conversamos muito sobre o momento que atravessa nosso país. Vamos derrotar esse desastre chamado governo Bolsonaro”, escreveu o petista no Instagram.

Confira a publicação: 

Ao comentar a publicação, o senador Humberto Costa (PT-PE) chamou os ex-presidentes de “guerreiros”.

“Dilma é uma grande guerreira! Lula é um grande guerreiro! Que bom ver essa foto, aquece o coração saber que estamos juntos nessa luta”, escreveu Humberto Costa.

O ex-presidente Lula afirmou, em entrevista à emissora alemã ARD em parceria com a DW, que sua principal luta agora é para “reconstruir a democracia” e que “no Brasil a disputa entre Lula e Bolsonaro é a disputa entre a democracia e o nazismo”.

Sobre uma possível candidatura para disputar a presidência da República nas eleições de 2022, Lula se mantem cauteloso: “Eu posso ser candidato se o meu partido decidir, se eu estiver bem de saúde e se eu conseguir construir uma aliança política.”

Quando questionado sobre a polarização entre esquerda e direita no país, o ex-presidente diz não ter medo. “Eu quero é polarizar mesmo”, justificando que será necessário desmentir Bolsonaro numa possível campanha.

Lula diz que não ver no momento chance de o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) avançar, mas acredita que o presidente será cassado nas urnas pelo povo brasileiro. Seu objetivo, afirma, é “polarizar mesmo” nas eleições.

“Diga para o povo alemão que aqui no Brasil a disputa entre Lula e Bolsonaro é a disputa entre a democracia e o nazismo. É isso que está em disputa”, afirmou.

 

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal