Votos

Parlamentares de oposição prometem ‘resposta’ no plenário ao desfile de tanques das Forças Armadas

Os deputados chegaram ao Salão Nobre da Câmara com cartazes escritos “democracia”.

Parlamentares de diversos partidos uniram-se em um ato classificado por eles como em “defesa da democracia” nesta terça-feira (10). O ato foi em repúdio ao desfile de blindados na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Como resposta, a oposição na Câmara prometeu “derrotar”, em plenário, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que será votada ainda nesta terça-feira.

“Estamos unidos para defender a democracia e as Forças Armadas como instituição, que não pertencem a governo nenhum, mas ao Brasil. A gente gostaria de estar tratando de temas urgentes para o país como a compra de vacinas, o auxílio emergencial, o emprego, mas estamos aqui tendo que defender a nossa democracia. Temos que defender a imprensa livre, o Judiciário”, disse líder do PSB, Danilo Cabral.

“Com blindados ou sem blindados, Bolsonaro será derrotado”, ironizou o presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força (SP).

Ver mais:

>> Lula sobre desfile militar na Esplanada: ‘Jeito Bolsonaro de desgovernar. Foi uma coisa patética’

Os parlamentares chegaram ao Salão Nobre da Câmara com cartazes escritos “democracia”.

“Esse ato serve para mostrar que a Câmara não aceita ameaça, chantagem e intimidações. Não aceitamos a desculpa que houve coincidência pela realização desse desfile militar. A melhor resposta é derrotar o voto impresso com larga vantagem”, disse o líder da Oposição, Alessandro Molon (PSB-RJ).

O deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) também enfatizou a “vingança” no plenário.

“A melhor resposta será hoje dentro do plenário da Câmara, derrotando o voto impresso, que é um projeto de sociedade miliciana que Bolsonaro representa”, declarou líder da Minoria na Câmara.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal