Flexibilização

Pernambuco planeja iniciar testes para realização de shows e eventos a partir de setembro

De acordo com a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, está sendo observado a experiência de outros Estados que já realizaram eventos grandes.

Na quinta-feira, 5 de agosto, o Governo de Pernambuco anunciou que o Estado registrou o menor patamar de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) desde 15 de março de 2020, quando foi identificada pela primeira vez a transmissão comunitária da Covid-19.

Esse índice – que corresponde a todos os casos de hospitalização com suspeita de contaminação pela doença – foi constatado na semana epidemiológica (SE) 30, entre os dias 25 e 31 de julho. Por conta desses indicadores positivos e da desaceleração da doença, foram divulgados também novos avanços no Plano de Convivência.

Veja também: 
>>>Saiba como ficam as festas de Réveillon em Pernambuco; Rio de Janeiro anunciou ‘virada’ com 13 palcos e queima de fogos

Durante coletiva com a impressa, a secretária-executiva de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Ana Paula Vilaça, disse que a intenção do governo é realizar alguns eventos-piloto já no próximo mês.

“Estamos observado a experiência de outros Estados que já realizaram eventos grandes. Além disso, em setembro também queremos realizar eventos-piloto para saber como funcionaria com as pessoas em pé, sentadas, com e sem máscara. Mas quem está vendendo ingressos está fazendo por sua conta e risco e poderá ter que devolver o dinheiro”, afirma Ana Paula.

Em relação as  festas de Réveillon que já foram anunciadas em Pernambuco, inclusive com a venda de ingressos, a secretária afirmou que o assunto está em discussão, mas ainda não existe posição oficial. O governo ainda faz o alerta para aqueles que estão organizando os eventos de que estão sujeitas a devolver o dinheiro.

“O governo não se pronunciou ainda sobre eventos do final de ano e Carnaval. Estamos em diálogo constante com o setor de eventos e eles alegam que precisam de previsibilidade para fechar a grade de artistas e vender os ingressos. É natural que para isso precisem de tempo. E estamos discutindo com eles para estruturar um protocolo, se seria necessário apresentar certificado de vacinação ou testagem, como seria?”, questiona.

PLANO DE CONVIVÊNCIA – Ainda durante a coletiva, a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, anunciou os novos avanços no Plano de Convivência com a Covid-19. A partir da próxima segunda-feira (09.08), todas as atividades econômicas poderão funcionar até meia-noite, em qualquer dia da semana. Além disso, haverá ampliação para 70% da capacidade total de ocupação dos serviços de alimentação, como bares e restaurantes.

Eventos corporativos, cinemas, teatros e circos também poderão funcionar com 70% do público, com a condicionante de que o total não ultrapasse o limite máximo de 300 pessoas. “Essa mesma lógica vai valer para as colações de grau, aulas da saudade, cultos ecumênicos e igrejas. Enquanto isso, os eventos sociais avançam para 50% da capacidade do local ou o limite máximo de 100 pessoas, o que for menor”, explicou.

Em relação ao distanciamento mínimo, a secretária executiva informou que passará a ser de um metro em salões de beleza, clínicas, colações de grau, aulas da saudade ou cultos ecumênicos, eventos corporativos, escolas, construção civil, academias, escritórios comerciais, centros comerciais, feiras de negócios, igrejas e parques temáticos. Também foi anunciado que os grupos musicais poderão atuar, a partir de segunda-feira, com até cinco integrantes e utilizando quaisquer instrumentos. No entanto, a permanência de pessoas em pé e a demarcação de pistas de dança seguem proibidas.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal