Definição

STF mantém decisão que confirma permanência de Adélio Bispo no presídio federal em Campo Grande

Adélio é o autor da facada contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a campanha eleitoral de 2018.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na terça-feira, 3 de agosto, manter a decisão que confirmou a permanência de Adélio Bispo na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS). A decisão foi tomada durante sessão virtual.

Adélio é o autor da facada contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a campanha eleitoral de 2018.

Por unanimidade, os ministros mantiveram decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que rejeitou pedido da defesa de Adélio para que ele seja transferido para um hospital de tratamento psiquiátrico.

Leia mais:
>>> Vídeo: vereador petista diz que atentado contra Bolsonaro foi “teatro” e chama Adélio de “imbecil” por ter errado a facada

Em junho de 2019, Adélio Bispo foi absolvido pela facada. A decisão foi proferida após o processo criminal que o considerou inimputável por transtorno mental.

Na decisão do STF, o magistrado responsável pelo caso decidiu também que ele deveria ficar internado em um hospital psiquiátrico por tempo indeterminado. No entanto, diante da periculosidade do acusado, Adélio permaneceu no presídio federal de Campo Grande, onde está preso desde o atentado.

Agência Brasil

Vereador petista diz que atentado foi “teatro”

O vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) publicou na noite do sábado (29) um vídeo do vereador de Santa Cruz do Sul (RS) Alberto João Heck (PT-RS) no qual Heck diz que a facada no então candidato Jair Bolsonaro, em setembro de 2018, foi um “teatro“.

O vereador gaúcho mencionou o autor do ataque, Adelio Bispo de Oliveira. Eis a íntegra da fala:

“Esse governo se especializou em criar notícias falsas. Começou com o teatro da facada no mito. Porque se não fosse um teatro, mal ensaiado por sinal, nós só teríamos que dizer: ‘Adélio, seu imbecil por ter errado’. Nós poderíamos estar livres desse mal.”

“Ver. Alberto Heck/PT. Santa Cruz do Sul/RS. “Se Adélio não tivesse errado a facada, o Brasil estaria livre de Bolsonaro.” Além de Governadores e prefeitos estuprarem o povo, a esquerda subestima a sua inteligência sobre a conta do “fique em casa e a economia a gente vê depois”, escreveu Carlos Bolsonaro.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal