Pedido

Pernambuco recomenda a grávidas e puérperas que receberam 1º dose da AstraZeneca, que completem esquema vacinal com imunizante da Pfizer

A solicitação, do Ministério da Saúde (MS), foi balizada pelo Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a Covid-19, em reunião na tarde da última segunda-feira, 26 de julho.

O Governo de Pernambuco informou na quarta-feira, 28 de julho, que as 2.609 gestantes e puérperas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 da Astrazeneca/Oxford/Fiocruz deverão completar, preferencialmente, o esquema vacinal com o imunizante da fabricante Pfizer.

A recomendação, do Ministério da Saúde (MS), foi balizada pelo Comitê Técnico Estadual para Acompanhamento da Vacinação contra a Covid-19, em reunião na tarde da última segunda-feira, 26 de julho.

Leia mais:
>>> Pernambuco recebe mais de 94 mil doses da vacina Pfizer contra a Covid-19

A suspensão do uso da vacina Astrazeneca em grávidas aconteceu em maio, quando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi notificada da morte de uma gestante vacinada no dia 10 daquele mês com o imunizante do fabricante.

À época, apenas as gestantes e puérperas com comorbidades estavam sendo vacinadas contra a doença. Após a decisão do órgão federal, o Governo de Pernambuco, numa iniciativa pioneira, decidiu descentralizar as vacinas da Pfizer para todo o Estado, contemplando as gestantes e puérperas com ou sem comorbidades.

Da redação do Portal com informações do Governo de Pernambuco

Queda no número de casos

A Secretaria Estadual de Saúde informou, na quarta, 28 de julho, que o cenário epidemiológico da Covid-19 continua em desaceleração em Pernambuco, com todos os indicadores em queda. Na Semana Epidemiológica (SE) 29, que compreende o período de 18 a 24 de julho, foram notificados 606 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Porém, mesmo com dados positivos e avanços no Plano de Convivência, ainda é necessário manter as medidas de prevenção e não abdicar dos cuidados. Esses indicadores são frutos de um esforço coletivo de toda a sociedade e, por isso, é imprescindível manter o uso correto da máscara e o distanciamento físico, além de seguir os protocolos setoriais para continuarmos avançando rumo a uma normalidade possível.

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal