Investigação

Câmeras de segurança não mostram nenhum suspeito em prédio de Joice Hasselmann

Conforme as filmagens feitas pelas câmeras de segurança analisadas pelos peritos, não foram identificadas pessoas estranhas entrando no local onde a deputada federal mora.

De acordo com agentes da Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados, que investigam o caso de Joice Hasselmann (PSL), após analisar câmeras de segurança não foi encontrado nenhum suspeito entrando no prédio da parlamentar.

Até a noite dessa segunda-feira (26), não surgiu imagens de pessoas estranhas entrando no local onde a deputada federal mora em um apartamento funcional, em Brasília. As informações são do colunista Lauro Jardim, de “O Globo”, divulgadas nesta terça-feira, 27 de julho. 

Veja também:
>>>Joice Hasselmann revela fraturas e lesões após acordar ensanguentada enquanto dormia sozinha em quarto

Conforme as filmagens feitas pelas câmeras de segurança analisadas pelos peritos, não foi identificada qualquer anormalidade. Hasselmann mora no sexto andar do edifício.

Imagens de domingo (18), quando ocorreu o episódio em que a parlamentar sofreu cinco fraturas no rosto e uma na costela, foram verificadas, como também registros de dias anteriores e posteriores ao fato.

A expectativa  é  que um laudo sobre o assunto seja divulgado entre esta terça-feira e esta quarta-feira, 28 de julho, pela Polícia Legislativa. Joice prestou depoimento à polícia e foi submetida a exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) na segunda-feira, 26 de julho. Ela afirmou, reiteradamente, que suspeita que tenha sofrido um “atentado”.

Repercussão

O assunto tem repercutido nas redes sociais, o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) debochou das agressões sofridas pela deputada federal Joice Hasselmann. Ao comentar o caso, durante uma live nas redes sociais, o parlamentar supôs que se tratava de traição ou droga.

O senador foi questionado sobre o assunto por um participante da live: “E aquela deputada feminista que apareceu com oito fraturas na cara agora, querendo livrar a cara do marido?”, perguntou.

Respondeu Styvenson:

“Aquilo ali, das duas uma. Ou duas de quinhentos (Styvenson leva as mãos à cabeça, fazendo chifres) ou uma carreira muito grande (inspira, como se cheirasse cocaína). Aí ficou doida e pronto… saiu batendo em casa”, disse o senador.

Assista ao vídeo: 

Deixe seu comentário

[gs-fb-comments]
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal