Opinião

Durante missa em GO, padre diz que “esquerdistas são anticristãos”; veja vídeo

No momento, ele refletia sobre uma passagem da Bíblia que fala, metaforicamente, sobre os “lobos” que tentam destruir a igreja.

O padre Pablo Henrique de Faria, de 43 anos, que é declaradamente de direita e apoiador do presidente Jair Bolsonaro, disse durante homilia numa Santa Missa da Paróquia São Paulo VI, em Iporá-GO, que movimentos de esquerda e esquerdistas são anticristãos.

A fala foi transmitida ao vivo, durante a celebração no último dia 9 de julho. No momento, ele refletia sobre uma passagem da Bíblia que fala, metaforicamente, sobre os “lobos” que tentam destruir a igreja. Ele faz a relação dos “lobos” citados no texto como se fossem os adeptos de pensamentos de esquerda nos dias atuais.

“Nós estamos vivendo o momento mais dramático que eu já vi. Eu não poderia imaginar, há 10 anos, o que estamos vivendo hoje. É assustador. E que fique bem claro: movimentos esquerdistas são anticristãos. Se você é esquerdista, desses partidos, converta-te. Não é cristão, caramba! Não misture”, disse ele.

Ver mais:

>> Padre debocha de soluços e diz que morte de Bolsonaro é “solução”

Conservadorismo

Em seu perfil pessoal no Instagram, Pablo acumula postagens de cunho conservador, que abordam temas como o aborto, defesa do voto impresso, a identidade de gênero, a transexualidade e outros. Na fala dita durante a missa do dia 9/7, inclusive, ele cita uma suposta defesa que estaria sendo feita para o uso de linguagem neutra nas escolas. “Linguagem neutra é aquela estupidez: ‘todes’”, afirma o padre.

Para ele, os jovens de hoje estariam sendo utilizados como massa de manobra para defender temas e posições anticristãs.

“Eles (os esquerdistas) agem o tempo inteiro para a imoralidade, para destruir a família, os valores cristãos. Os coitados dos homossexuais, usados de massas de manobra, criam todas essas manifestações contra a moral”, argumentou.

Pablo é padre há três anos, somente. Até então, ele exerceu a profissão de médico, mas diz ter se desencantado durante o processo de residência e especialização em Otorrinolaringologia. O processo de conversão ocorreu, após experiência na igreja em São Paulo e, em seguida, cinco anos de estudo em Roma, na Itália.

Da redação do Portal com informações da Metrópoles

Deixe seu comentário

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Enviar Mensagem
Entre no Grupo de WhatsApp do Portal